Your address will show here 12 34 56 78
Notícias
Para vender cada vez mais, todo varejista precisa aderir às mudanças e ficar atento às tendências. A loja paulista Gainer fez isso e, hoje, comercializa seu estoque no principal marketplace de autopeças do Brasil, o Canal da Peça

Em 2009, quando as vendas pela internet não eram tão comuns, sobretudo no mundo de autopeças, a loja Gainer, localizada na Vila Prudente, em São Paulo, já expunha seu portfólio na rede.

Consolidada no mercado há quase duas décadas, seu primeiro e-commerce, criado por conta própria, serviu como uma espécie de teste para checar se o setor, de fato, estava preparado para a era digital.

“Tudo naquela época estava ficando online e se digitalizando. No entanto, a internet era mais usada para pesquisa. Hoje, ainda é, mas as pessoas estão perdendo o medo de comprar pela rede”, diz o vendedor da Gainer, Alex Stamatto.



Seis anos depois da primeira empreitada virtual, era hora de tentar algo novo, mais focado para o mercado. Foi nesse momento que Stamatto conheceu a plataforma Canal da Peça, criada especialmente para o setor de autopeças.

Com a premissa de facilitar a vida de varejistas de todo o Brasil, através da criação personalizada de uma loja virtual e de benefícios exclusivos, o Canal da Peça conquistou o vendedor.

+ Leia mais sobre o Canal da Peça 

“Por ser uma plataforma que tem parcerias com os principais fabricantes do setor e, ainda, oferecer vantagens para os associados, achei que deveria fazer o teste”, relembra. “O teste já dura três anos”, diz, aos risos.

E-commerce integrado

No entanto, ele não queria desativar totalmente o e-commerce da loja. Por isso, decidiram integrar os dois. Quando um cliente faz uma compra através do site oficial da Gainer, ele é direcionado para a loja virtual da marca no Canal da Peça.

“Fizemos isso para facilitar nossa logística interna. Nosso estoque virtual está no Canal da Peça, com informações técnicas e fotos. Não teria motivo abastecer e cuidar de dois canais de venda”, diz Stamatto, que mantém na loja virtual cerca de 40 mil itens, contra 200 mil da física. “O Canal da Peça ainda não tem todas as marcas de autopeças cadastradas. Aos poucos, vamos subindo nosso estoque.”

 Quer ter também uma loja virtual? Veja como é fácil

Para o profissional, a entrada na plataforma foi um divisor de águas. “Além da facilidade de criar uma loja virtual, o melhor é a visibilidade que ela nos dá”, opina.

“O marketplace do Canal da Peça é segmentado para o público que procura por autopeças, dessa maneira, nossa exposição é direcionada exatamente para os clientes que desejamos atingir”, diz Alex Stamatto.

Criação sem complicação

Ao decidirem criar uma loja no Canal da Peça, só foi preciso mandar o logotipo da marca, escolher as cores e enviar a Planilha de Estoque.

+ Saiba mais sobre Planilha de Estoque

“A equipe da plataforma é muito criativa. Nossa loja ficou ótima e completa em poucos dias”, diz. “Hoje, só precisamos atualizar a planilha e ficarmos de olho no nosso Painel de Controle, que fica ligado o dia todo. Qualquer novidade por lá, como aprovação de pedido, já estamos prontos para enviá-lo.”

 Quer saber mais sobre pedidos? Clique aqui!

A Gainer também possibilita que afiliados comercializem seus produtos. Nesse caso, o vendedor recebe 5% de comissão, enquanto a loja continua pagando os mesmos 12% ao Canal da Peça.



Rosane Matos faz parte do grupo. “Acredito muito no setor de autopeças e, por isso, decidi me afiliar ao plano”, afirma. “Atualmente, uso o Facebook e o WhatsApp para enviar o portfólio de produtos compartilhados, mas acho importante ir além e apostar em outros meios de divulgação”, diz.

 Veja os benefícios do uso do WhatsApp no varejo

Vantagens de uma loja física com a comodidade da internet

Não exageramos em dizer que a loja virtual, criada pelo Canal da Peça, é completa. Depois de enviar o estoque, que ficará exposto na loja com todas as informações da peça e fotos – isso, por conta da parceria do Canal da Peça com os fabricantes -, outras funções comuns de um e-commerce são ativadas.

Entre elas, o Moip, uma ferramenta para pagamentos seguros online; diferentes tipos de frete; e suporte. “Um dos grandes atrativos é a vantagem de poder parcelar em até 12 vezes. Muitos clientes, inclusive, ligam para a loja perguntando se podem comprar pela internet por conta do parcelamento”, afirma Stamatto, que relembra um caso.

“Em uma ocasião, um cliente que morava em outro estado precisava de um produto que ainda não estava adicionado na nossa loja online. Liguei para o Canal da Peça e o meu consultor explicou que poderíamos também criar produtos de fabricantes que não estavam cadastrados. Fiz o cadastro e realizei a venda”, diz.



De acordo com o vendedor, o suporte do Canal da Peça, tanto para ele quanto para seus clientes, é excelente. “Sempre que precisei, pude contar com a ajuda da equipe. Quando um cliente tem algum problema, também o encaminhamos ao SAC, que resolve para nós”, comenta Alex.

Frete para todos os gostos

O Canal da Peça disponibiliza seis tipos de frete – CDP Entrega, Sedex, Pac, Retirada na Loja, Entrega Turbo e Entrega por Transportadora.

+ Leia mais sobre nossas opções de entrega 

“Os que mais utilizamos são os Correios, o CDP Entrega, que tem uma taxa fixada de R$ 19,90, e a Retirada na Loja”, diz Stamatto. “Também temos 30 motoqueiros para entregas na região”, comenta ele, que trabalha, ao todo, com 50 funcionários.

Benefícios exclusivos para associados

O varejista, que faz parte do Clube Profissional, consegue vantagens diferenciadas, como a possibilidade de comprar e vender utilizando cupons de desconto e frete grátis. “Isso nos ajuda a vender cada vez mais. Recentemente, a Delphi fez uma promoção e vendemos muito”, diz.

 Saiba mais sobre cupons de desconto

Segundo ele, outro ponto de destaque em ser membro do Clube é o fato da exposição nos marketplaces dos grandes fabricantes. “É um privilégio ter minha marca nos portais da Bosch, Delphi, SKF, Fras-le, entre tantas outras reconhecidas nacionalmente e internacionalmente.”

Setor conectado

A maioria dos pedidos feitos pela internet vem de consumidores finais, enquanto na loja física, de mecânicos. “Mas também percebemos que os profissionais da área têm utilizado muito a internet para pesquisar produtos, como uma espécie de ferramenta para a decisão de compra”, analisa.

Para Rafael Campion, cientista de dados do Google, a percepção de Alex está correta. “O varejo físico sem dúvida continuará importante, principalmente para categorias como alimentos e mesmo a de autopeças. Porém, o online será cada vez mais crucial para a decisão de compra”, afirma.

+ Leia a entrevista completa com Rafael Campion

Um estudo feito pela consultoria americana Forrester Research, por encomenda do Google, indica que 10% das vendas do varejo virão do e-commerce em 2021, mas outros 30% das vendas serão influenciadas pelo online, apesar de acontecer no offline.

“Mesmo o varejista que é 100% offline tem que estar de olho nas ferramentas online para promover sua loja e fazer parte da jornada de compra do consumidor”, diz Campion.

Canal da Peça X concorrentes

Antes do Canal da Peça, Stamatto também fez algumas vendas através de um grande marketplace, o qual não teve bom retorno. “Além de o processo ser muito burocrático, nós não temos tempo de cadastrar item por item nem de responder todos as perguntas dos clientes. Por isso, não foi bom para nós”, relembra.



Diferentemente do que ocorre no Canal da Peça, eles não precisam se preocupar com nada disso. “O SAC tira as dúvidas dos nossos clientes, o envio da Planilha de Estoque já resolve o cadastro dos produtos e, ainda, temos maior visibilidade no setor, o que, para nós, é fundamental.”

Futuro digital

Alex trabalha há 11 anos na Gainer. Começou como estoquista, atuou no telemarketing e passou pelo balcão até alcançar o cargo de vendedor. Durante esse tempo, pôde acompanhar todas as mudanças no varejo.

“Atualmente percebemos como é importante nossa marca estar presente na internet, pois amplia nossa rede de contatos. Hoje, vendemos para todo o País, especialmente para o Sul e para o Sudeste”, diz. “Fico muito orgulhoso de saber que a Gainer está crescendo e indo cada vez mais longe.”

De acordo com Stamatto, as vendas online ainda não superaram as da loja física, mas tem tudo para competir em um futuro próximo. “Não consigo imaginar a Gainer fora do mundo digital. Este universo só tende a crescer e queremos fazer parte dele sempre”, afirma. O Canal da Peça também.

0