Notícias

Uma loja virtual para chamar de sua

Diante do crescimento das vendas online, varejistas de autopeças têm se lançado na rede em busca de novos negócios. Para quem ainda não se rendeu à era digital, o Canal da Peça é uma solução segura para se destacar na web

Há dois anos, o lojista Jesuíno Lopes percebeu que já estava na hora de levar a Vieira Autopeças para a internet. A ideia, no entanto, foi deixada de lado quando descobriu que montar um e-commerce não era assim tão simples.

“A complexidade por trás de uma loja virtual fez com que eu desanimasse”, afirma. A motivação foi recuperada poucos meses depois, ao receber uma ligação. “Entraram em contato comigo para apresentar uma plataforma digital. Assim que compreendi a proposta do Canal da Peça, senti que poderia ser uma maneira fácil de ingressar no varejo online”, diz.

+ Leia mais sobre o Canal da Peça

Segundo Lopes, o suporte técnico e o baixo investimento foram fatores decisivos para sua estreia na rede. “Tenho acompanhamento frequente dos consultores e isso, para quem está começando, é muito importante”, afirma ele, que segue à risca as dicas dos nossos profissionais.

“Para que minhas vendas fiquem isentas de erros e reclamações, preferi mandar a planilha com os produtos aos poucos, pois faço questão de conferir cada um dos seis mil itens, como foi recomendado”, diz.

“Por ser uma plataforma segmentada, atingimos o público que realmente tem interesse em autopeças”, diz o lojista Fernando Casarin sobre o Canal da Peça


Assim como Jesuíno, outros varejistas têm sentido – no bolso – a necessidade de apostar em novos canais de venda. De acordo com o relatório SpendingPulse publicado pela Mastercard, enquanto o volume de vendas totais no varejo caiu 1,6% em relação a março de 2016, as transações online cresceram 36,2% no mesmo período – a maior alta desde outubro de 2012.

“De fato, temos feito boas vendas desde que entramos na rede”, afirma Fernando Casarin, gerente da loja Escap Online, na web desde 2010. Há pouco mais de um ano, o varejista expandiu sua atuação e faz parte do Canal da Peça. “Por ser uma plataforma segmentada, atingimos o público que realmente tem interesse em autopeças”, diz.

Veja como é simples criar uma loja virtual  

A facilidade na criação da própria loja virtual tem impulsionado varejistas a confiarem na nossa plataforma. Segundo o consultor de e-commerce Renan Alves, em até 24 horas após o envio da planilha com os produtos, a loja já estará no ar.

“Há duas formas de o lojista enviar a planilha com os itens: através do nosso modelo, que encaminhamos quando o varejista se cadastra, ou pelo sistema de integração (API), que nos conecta de forma imediata à planilha que ele já usa em sua loja física”, explica.

Quem utiliza o API, aprova. “Conseguimos otimizar nosso tempo. As atualizações do estoque e de preço são feitas automaticamente”, diz Luciano Gadini, coordenador de marketplace da loja Jocar, em São Paulo.

Há quatro anos utilizando nossos serviços, Gadini também comercializa seu estoque em outros sites de venda. “Mas nenhum tem suporte tão eficiente como o Canal da Peça. Nos quesitos atendimento e fácil manuseio, os outros são nota zero”, afirma.

A rapidez em montar uma loja online não é a única vantagem. O varejista que opta pelo nosso marketplace expõe seus produtos em três “vitrines” distintas: na sua própria loja virtual, na página do Canal da Peça e nos portais dos fabricantes parceiros, como SKF e Bosch – se o lojista, é claro, comercializar os produtos dessas marcas.

+ Leia mais sobre marketplace 

“A expectativa de estar presente em um canal virtual de vendas é assegurar um crescimento ainda mais rápido no mercado e, consequentemente, também gerar novas demandas para as lojas de autopeças e oficinas que integram nossos programas”, diz Raphael Couto, coordenador de trade marketing da divisão Automotive Aftermarket da Bosch América Latina. (Confira a entrevista completa)

Uma pesquisa recente da Central de Inteligência Automotiva (Cinau), que avaliou 488 reparadores independentes no Brasil, revelou que 58% utilizam a internet para comprar autopeças. A análise também concluiu que 7 em cada 10 profissionais automotivos optam pela compra virtual quando não encontram a peça em seus fornecedores.

Apesar da forte audiência do Canal da Peça, que já contabiliza em quase 8 milhões de acessos, vale a pena o varejista também fazer sua própria propaganda. Uma página no Facebook, por exemplo, pode ajudar a aumentar as vendas. Afinal, divulgação nunca é demais, não é?

Receba grátis por e-mail

Comentários

Author


Avatar